Home
Enurese Noturna
(Xixi na cama)
A perda de urina que ocorre durante o sono, à noite, conhecida como enurese noturna é um problema muito comum na infância.

Saiba mais

Retirada
das fraldas
O processo de retirar as fraldas é um importante passo no desenvolvimento da criança onde é importante ter paciência.

Saiba mais

Infecção
Urinária
Muito comum durante a infância. Para tratamento adequado, é preciso avaliar idade e nível de infecção da doença.

Saiba mais

Enurese Noturna (xixi na cama)


A perda de urina que ocorre durante o sono, à noite, conhecida como enurese noturna é um problema muito comum na infância. Atinge em torno de 15% das crianças em torno dos 5 anos de idade. Entre 8 e 10 anos, ao redor de 10% das crianças ainda são enuréticas. E, ainda entre 14 e 16 anos, 2 a 3 % dos adolescentes fazem xixi na cama, mostrando a importância deste assunto. Os fatores hereditários estão bem definidos e sabe-se que filhos de pais que perdiam urina tem chances aumentadas entre 40-75% de também sofrerem enurese noturna.


Infelizmente muitas vezes a família e mesmo os profissionais médicos não encaram o problema com a seriedade que ele merece e costumam argumentar que com o crescimento o problema terá solução espontânea. Realmente existe uma parcela das crianças que melhoram ao longo do seu desenvolvimento sem qualquer intervenção médica. No entanto esta melhora espontânea pode demorar e até que ela ocorra, pode trazer alguns prejuízos para a criança.


Os prejuízos de auto-estima são muito importantes com danos psicológicos por vezes mais sérios. O retraimento social e a queda do rendimento escolar são exemplos de como a enurese pode piorar a auto-imagem da criança que está incomodada com a enurese noturna.


Por muitos anos acreditava-se que os fatores psicológicos eram os principais responsáveis pela dificuldade de controle da urina durante o sono. Atualmente sabemos que os fatores psicológicos tem grande importânciacomo causador da enurese somente naqueles casos de crianças que já haviam ficado secas por um bom período ( mais de 6 meses) e a partir de então passaram a ser enuréticas.


Atualmente conseguimos através de avaliação médica identificar com maior precisão a causa do xixi na cama e a partir de um correto diagnóstico podemos oferecer o tratamento mais adequado para cada criança.


Os tratamentos disponíveis variam de comportamentais, onde medidas para controle de ingesta de líquidos e alguns alimentos à noite são empregadas. Tratamento medicamentoso, onde os fármacos podem diminuir a produção de urina ou auxiliar a bexiga a melhorar o armazenamento de urina durante o sono também são disponíveis. Ainda o uso de alarmes urinários também podem ser oferecidos às crianças e tem uma boa taxa de resolução.


Tratamentos com eletroestimulação ou biofeedback também fazem parte do arsenal terapêutico que dispomos hoje. Crianças que apresentem disfunção miccional ou hiperatividade vesical podem estar fazendo xixi na cama por causa destes distúrbios. Os tratamentos com eletroestimulação para-sacral ou biofeedback podem ser úteis em casos individualizados.


Somente uma correta investigação deverá esclarecer a causa que está fazendo a criança ou o adolescente molhar a cama durante o sono. Além disto proporcionará a chance de um tratamento mais preciso, evitando frustrações adicionais.